25/07/2015

CÃO MUNDO


de posses, o mundo
cão que me late
abandonado de tudo 

abana o rabo a quem o abate
os sãos do mundo
fazem dele acicate
 
de ossos, o cão
cata do mundo
suas pulgas de estimação

 

11/07/2015

O SER HUMANO


O ser humano é um dado do plano
ainda em rascunho, meio secreto
não se sabe bem o valor ao certo
do custo desse barro e seu dano
por enquanto é um caro projeto
de conquistas, sangue e ufanos
a se pensar livre para querer tudo
a ser imune na forma e conteúdo
das fraquezas, poderes e enganos 

O ser humano é esse fulo fulano
aquele sicrano de muita façanha
a se tecer homem como aranha
e aqueloutro que se enternece
a cada beleza que lhe acontece
mas ergue sobre toda a existência
a mesma pedra de fé e descrença
com que emoldura a sua espécie
do tempo faz seu próprio alicerce

 

 

 

 

 

04/07/2015

SER ME AGASTA


ser me gasta
seu cheiro, sua pele rugosa
sua beleza rigorosa
cravada na alma, sem rosto
ser sempre agrava
a mesma crueza colada ao corpo
seu jeito calado a tocar uma música
sem notas feita de mudez e retórica
no mesmo escuro aberto pela eternidade
onde o tempo prostrou-se em deidade
ser me agasta
sua envergadura de pó e circunstâncias
pesa como a gordura de um buda
é uma agonia que se desnuda
nessa condição mesma, desgasta.