23/01/2016

POENOSSO DE CADA DIA nº 97


o tempo passa
a língua nas vísceras
da vida 

e a gente
a lamber
a mesma ferida
Postar um comentário