28/05/2016

ENIGMA EM TRÊS FACES


Porque não sabes do ser de mim,
                 eu me delato:
                 mélico alfenim

Porque não bebes a seiva de mim,
                  eu me sacio:
                  báquico carmim

Porque não miras as três faces de mim,
                  eu me invento:
                  pórtico marfim

Ser é cárcere que o não-ser encerra


Postar um comentário