14/01/2017

AMANHECIDO


o dia
é um edifício de varandas fáceis
abertas para o rócio da vida

a arquitetura do silêncio
sobre tua espinha como chumbo
se gasta no esmeril do mundo

Postar um comentário