17/07/2017

COMA


como se fosse a fome
o único jeito de saciar a vida
e a realidade um corpo sem tripas
no dia que nunca amanheceu
como se fosse qualquer coisa
pessoas e sonhos na lama do existir
a invisível serpente da mentira
travestida de pronta esperança
como se fosse  ainda um coração
a bater por nada na cara de ninguém
e cada um a ver seu próprio cadáver
passear domingo na avenida Paulista


Postar um comentário