06/08/2017

MARGINAL


à margem converso em silêncio
com os que estranham o mundo
e pergunto de que branco é a paz?
de que lado o nome dói mais?
se elemento, indivíduo ou meliante
à margem há um mar aguardando
em silêncio que outra onda cresça
para aguar os ouvidos do mundo
da melodia que se ouve à margem
dos que assentam trilhos na aragem
Postar um comentário